Aqui na nuvem jaz o Geocities

27/10/2009 at 10:51 1 comentário

Geocities é oficialmente encerrado

Lançado em 1994, o Geocities foi um dos mais importantes serviços de criação de sites antes do advento dos blogues. É o fim de uma era, dizem muitos.

O Geocities, fundado em 1994 e comprado pela Yahoo em 1999, foi o primeiro serviço a permitir a uma grande parte dos internautas partilhar os seus interesses de forma simples, um pouco à semelhança do que acontece agora com os blogues e as redes sociais. O percurso do serviço termina hoje, segunda-feira, após a perda de popularidade para sites como o Myspace ou o Facebook.

Será lembrado por alguns como um democratizador da Internet e, por muitos outros, como um local povoado de páginas de animações rudimentares e muito pouca informação revelante.

O certo é que o serviço Geocities tornou possível ao utilizador comum construir uma página simples e colocar online conteúdo, numa altura em que a Internet ainda não era, verdadeiramente, a “autoestrada da informação” que conhecemos e utilizamos hoje em dia.

Para além de não ser possível efectuar registo no serviço, também todos os dados armazenados nos milhões de páginas criadas ao longo dos anos será apagado permanentemente a partir de hoje, segunda-feira.

No entanto, segundo o Computer World, uma equipa de arquivistas digitais está a tentar salvar o máximo de informação possível, através do download do conteúdo colocado nas páginas criadas pelos utilizadores do Geocities. O volume de informação que o grupo estima conseguir acumular ronda os dez terabytes.

A decisão de “resgate” do conteúdo que agora irá desaparecer prende-se, explica Jason Scott, um dos arquivistas, com o facto de o Geocities ter sido “para milhares de pessoas, o seu primeiro website”, tendo representado um papel crucial no desenvolvimento da Internet como a conhecemos agora.

Fonte: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Tecnologia/Interior.aspx?content_id=1401980

Anúncios

Entry filed under: Arquivista, Gestão da Informação, gestão do conhecimento, informação digital, inteligência coletiva, preservação digital, Tecnologia da Informação.

Parabens aos Arquivistas pelo seu dia – 20 de outubro Da descrição ao menu do site: nem todo mundo é arquivista

1 Comentário Add your own

  • 1. helamor  |  11/01/2013 às 06:22

    Realmente, foi uma lástima ter acabado o Geocities. Eu era praticamente uma analfabeta digital na época, mas com algumas instruções dadas pelo meu filho eu conseguia colocar alguma coisa no “meu site” (risos). Achava fácil de lidar e gostava de ver a procedência de quem havia acessado a minha página, além que colocava o link em tudo que era lugar, pois ele era o meu cartão de visitas na época. 🙂 Um belo dia fui tentar acessar e ele já não existia mais.. snif.. Contudo, fiz uma busca, e descobri que ele estava armazenado num outro local, como um arquivo virtual, aqui: http://web.archive.org/web/20091019064651/http://br.geocities.com/portrasdofalsoespelho/ Só o encontrei novamente pq havia salvo o link nos meus emails. Abri, e ele está lá ainda! 🙂 Obrigada a todos esses maravilhosos arquivistas da nova era, que não nos deixam morrer!! 🙂 Beijos!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Meu Twitter


%d blogueiros gostam disto: