Novidades para a Arquitetura de Informação no SharePoint Server 2010

25/05/2010 at 11:55 4 comentários

A nova versão do SharePoint traz melhorias significativas e que muitas vezes representavam fortes customizações em projetos no MOSS 2007.

Agora a lógica de montagem é mais fácil, porém o trabalho de planejamento também deve ser mais intenso, estruturando a navegação antes mesmo de passar a especificações e montagens de sites. Para isso, além de entender a lógica da plataforma, é importante o alinhamento estratégico da necessidade de negócio do cliente com os perfis de público diferenciados, garantindo assim que o portal ou site apóie processos corporativos ou a relação com o público externo.

Explorei um pouco a ferramenta, já que a Conectt é a única empresa da América latina que já está certificada para o SharePoint 2010 e vi algumas novidades de navegação do SP 2010, que destaco:

Navegação Estrutural
O mais comum, que apela à experiência do usuário. A barra de links superior é um menu de navegação que geralmente fornece links para os sites que estão um nível abaixo do site atual em uma hierarquia de sites. Por padrão da ferramenta, todos os sites que estão um nível abaixo do site atual são adicionados à barra de links superior, e cada site tem sua barra de links superior exclusiva para navegação.

Um destaque é que o Arquiteto de Informação (AI) pode configurar a barra de links superior para que somente o link da home page seja mostrado e nenhum outro site da hierarquia de sites seja exibido.
Outra forma nativa e que facilita a navegação estrutural é que os AIs podem optar por herdar a barra de links superior do site pai. Esse método permite que os usuários passem de um site a outro, permitindo que a barra de links superior permaneça inalterada em todos os sites do conjunto de sites.
Uma melhoria significativa na configuração da ferramente e que melhorou consideravelmente a customização do menu superior é o fato de que: pode-se vincular páginas da Web vinculando a sites externos especificados (facilita mashups), vincular sites ou páginas especificados que estão em qualquer lugar no próprio portal ou site, lincar páginas em títulos, organizar a ordem dos itens na barra de navegação superior, além de restringir o número máximo de itens a serem mostrados no nível de navegação global.
E ainda é possível customizar mais o menu superior usando o SharePoint Designer 2010 ou o Visual Studio 2010, personalizando a aparência e a funcionalidade do menu superior, por exemplo, modificar o estilo do menu da navegação, selecionando submenus ou especificando quantos níveis da hierarquia do site devem ser exibidos na navegação.

Navegação por Início Rápido
Nova funcionalidade, agora nativa. Esta navegação auxiliar destaca o conteúdo importante do site que está sendo navegado (dados de listas e bibliotecas). É template que a área de Início Rápido apareça à esquerda de cada página em um site.

Navegação por árvore
A navegação de exibição de árvore exibe o conteúdo do site em uma estrutura hierárquica, formando
Navegação por termos (metadados)
A navegação por termos exibe metadados aplicados à bibliotecas e aos conteúdos da lista, disponíveis na navegação por árvore> Assim, os usuários filtram a biblioteca ou o conteúdo da lista com base em campos determinados (título, autor).

Links Relacionados
Esta funcionalidade de links relacionados servem para adicionar um conjunto de links a uma página de conteúdo, criando uma série de conteúdos relacionados aquele tema. É possível controlar a aparência, a organização e a apresentação dos links, adicionando diretamente à pagina padrão e configurando os links. Quando isto for feito, qualquer página que use a página template exibirá os links, que são configuráveis pelos gerentes das páginas.

Sumário
Outro recurso, agora nativo, para adicionar conteúdos relacionados, através de títulos e resumos de outros artigos. Altamente configurável pelos gestores do site.

Consulta de Conteúdo
Esta funcionalidade nova traz o conteúdo dinâmico mais atual, através da ativação de uma webpart com o mecanismo de busca. Por exemplo, é possível especificar quais sites do conjunto do portal serão consultados, quais listas serão usadas e qual será o nível de permissionamento.

Recursos 2.0
O SharePoint 2010 vem com um monte de recursos da Web 2.0, como tags, nuvem de tags, avaliação de conteúdo, social bookmarking e blogs e wikis reforçada. Mas o que mais destaco de fato é a nuvem de tags, que hoje é um auxiliar de navegação intuitivo, além de vitrinar os conteúdos mais populares do site.
Nuvem de tags facilmente configurável

Mais fácil acionar a nuvem de tags agora

Nuvem de Tags de fácil aplicação

Blog, agora com um visual novo e mais intuitivo.

Blog com novo visual

O trabalho do Arquiteto de Informação no Plano de navegação do site usando o SharePoint Server 2010
Sobre o planejamento de navegação

O planejamento de navegação é o ponto de partida num projeto de AI para SharePoint, incluindo aqui o planejamento da experiência do usuário que se deseja criar no site e decidir a matriz de permissionamento e gestão (aqui também o AI passa a ter a missão da gestão do conteúdo, uma visão mais integrada no planejamento do ambiente digital).

Páginas de sites que são baseados no SharePoint Server 2010 é composto por três elementos: páginas mestras, layouts de páginas e conteúdos da página. Quando você planeja a navegação do novo site, tem de tomar decisões sobre todos estes elementos acima (navegação estrutural, navegação auxiliar, conteúdo relacionado).

Vale a pena explorar o novo SharePoint 2010, ele tem templates muito interessantes (que vai ser outro post deste blog) mas que traz modelos prontos e altamente configuráveis como os sites Meeting Workspace, Centro de Pesquisa, Blog, Inteligência de Negócios (BI com dashboards automáticos), Contacts Database Web, Espaço de Trabalho para Decisões, Centro de Documentação (uma visão de ECM nas bibliotecas), Document Workspace, Enterprise Search Center, Enterprise Wiki, Centro de Pesquisa da FAST, Site do Grupo de Trabalho, Site Microsoft Project (para gerenciamento de projetos), Multipage Meeting Workspace, Personalização do site, Broadcast Center PowerPoint, Projetos de banco de dados da Web, Publishing Portal com Workflow, Centro de Registros, Social Meeting Workspace, Team Site e repositório de processos vinculado ao Visio.

tela da central de resultados

Cada vez mais o trabalho dos Arquitetos de Informação deixa de ser montar caixinhas e fluxos ou wires que se mexem e passa a ser pensar mais em explorar os recursos que plataformas como o SharePoint (e tantas outras) fornecem, agilizando projetos e possibilitando a satisfação do cliente e a experiência do usuário.

Anúncios

Entry filed under: Arquitetura de Informação, Gestão da Informação, informação digital, portais corporativos, Tecnologia da Informação, Uncategorized. Tags: , , , , , , , .

Memória Corporativa traz ganhos às empresas Pesquisadores em Arquivologia criam sociedade científica

4 Comentários Add your own

  • 1. Gustavo Garcia  |  25/05/2010 às 12:43

    Olá Charlley,

    gostaria de te dar os parabéns pelo teu trabalho, pois tenho acompanhado, quando posso, algumas das tuas ações.

    fraterno abraço e votos de sucesso.

    Gustavo Garcia

    Resposta
    • 2. charlley  |  26/05/2010 às 14:10

      Legal Gustavo
      espero que existam mais profissionais da informação com a mente aberta assim 🙂
      []s

      Resposta
  • 3. Leonardo  |  25/05/2010 às 12:53

    Save time by managing tasks for teams using Outlook & SharePoint
    One of the great advantages of SharePoint is the integration with Outlook. A team in my department has recently implemented the use of Outlook tasks to manage actions across the whole team, using SharePoint as the syncing mechanism.
    Benefits
    1. One place for the whole department / team to manage tasks
    2. Tasks can be managed from Outlook or SharePoint
    3. Tasks are synchronized in everyone’s Outlook and appear in the Outlook calendar

    Easy steps
    1. Go to your team SharePoint site and create a tasks page (Site actions – Create – tasks)
    2. Give the tasks list a name (for example “team X tasks”), tick “send e-mail when ownership is assigned” and then “create”
    3. In the tasks page, click “Actions” – “Connect to Outlook” and confirm the pop up windows
    4. You will now see Team X tasks listed in your Outlook under “Other tasks”
    5. You can add or edit the tasks now from within Outlook and SharePoint will synchronize them to the rest of the team
    This is very efficient as it ties into Outlook, where many people process most of their e-mail and tasks.

    Resposta
    • 4. charlley  |  26/05/2010 às 14:13

      Yes, i think so
      Another advantage is having the knowledge held is available per person

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Meu Twitter


%d blogueiros gostam disto: