Um serviço especializado de informação

20/02/2015 at 09:33 Deixe um comentário

O conceito de serviço especializado de informação é geralmente associado à afiliação à uma instituição de pesquisa e não à atividade da biblioteca ou de centro de documentação em si. Nesse sentido, a missão de um serviço especializado de informação é ser uma atividade que apoia o desenvolvimento científico ou social, onde agrega recursos e serviços de pesquisa e disponibiliza produtos para a comunidade de pesquisadores. Além disso, uma serviço especializado de informação estimula intercâmbio e a criação de conhecimento, é sua função associada a qualquer contexto institucional.

O serviço de informação especializado está à mercê de impactos e perspectivas, como mudanças no ambiente organizacional provocadas por fatores externos e as respostas que estão sendo dadas a essas mudanças. Há um grande esforço das bibliotecas especializadas em rever mudanças e influências nos ambientes e preservar a memória científica da área. Aqui há uma associação necessária entre a especialidade e o universo científico.

Esta especialização pode ser caracterizada como apoio a atividades científicas e de pesquisa e portanto para avançar o conhecimento tem que haver o movimento de hipóteses aprovadas ou refutadas. Portanto, a estrutura do serviço de informação deve servir-se ao papel de agente de inteligência competitiva (mapeando a concorrência), além de observar restrições orçamentárias e receber o impacto da transformação da educação e da busca de conhecimento em negócio, estando no meio da tensão entre modelo acadêmico e modelo de negócios.

Novas tendências impactam na estrutura dos serviços de informação, tanto em infraestrutura física como em novas demandas por tecnologias com curto ciclo de vida. A transformação tecnológica chegou rápida, é o caso do e-science, e-research, e cyber-infraestucture, alicerçadas em novas demandas por parte dos usuários. E novas ferramentas como Big Data e compartilhamento de dados institucionais (web 3.0) também alteram as atuações dos serviços de informação.

O serviço de informação especializado também tem que se estruturar para ter capacidade de armazenamento e coleta de dados do ambiente, de processos e atividades, de fenômenos naturais e sociais para abastecer novo perfil de usuário. Além de prever o uso e reuso colaborativo de dados, o que abre oportunidades de trabalho interdisciplinar e surgimento de novas disciplinas.

Quanto a aquisições e coleções, há necessidade de considerar diferentes estratégias de obtenção na realidade digital. Considerar adquirição de itens ou de direitos de acesso? Surge neste cenário os consórcios para aquisição e para empréstimos interbibliotecas, as novas realidades de compra de direitos e empréstimos de e-books. São novos problemas de armazenamento, organização e preservação. Ampliam-se os desafios de catalogação, com itens e links, de produção de metadados, visando acesso a diferentes fontes de recursos, de acesso livre e repositórios institucionais.

Se desenha, portanto, à gestão dos serviços de informação, desafios gerenciais e novas ferramentas: convencer a instituição da capacidade de empreender mudanças organizacionais (modelos de colaboração e parcerias internas e externas) e os desafios para oferecimentos de instrumental de pesquisa concomitante à disponibilização do acervo para exploração pelo usuário num processo de mediação digital. São novos desafios para estudo de necessidade de usuários e para o planejamento de cenários prospectivos.

Anúncios

Entry filed under: Arquivista, Gestão da Informação. Tags: , , .

Contexto: para entender o usuário de um serviço de informação “É uma ajuda para quem quer entender os tempos atuais”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Meu Twitter


%d blogueiros gostam disto: